Pé no Chão

pés no chão

“A questão é que a ideologia política do século XIV criada num contexto de cidades mercantes italianas onde a guerra era feita com lanças e armaduras de metal só pode crescer através de um ataque direto à ideologia política criada por nós mesmos através de uma analogia simbólica entre o império sassânida e o funcionamento de um motor a vapor.”

“Mas de um confronto não pode sair senão repressão e descrédito, porque a ideologia política criada por nós mesmos através de uma analogia simbólica entre o império sassânida e o funcionamento de um motor a vapor sempre utilizar-se-á de seus ídolos humanoides bovinos para jogar encosto em nossos movimentos, da mesma forma que a caldeira esquenta a água.”

“Só que enquanto deixarmos os humanoides bovinos fazerem o que bem entenderem, a ideologia política do século XIV criada num contexto de cidades mercantes italianas onde a guerra era feita com lanças e armaduras de metal sempre ficará desacreditada na mente das sete famílias de Edimburgo dos Sete Mares.”

“As sete famílias de Edimburgo dos Sete Mares sempre estarão a favor da ideologia política do século XIV criada num contexto de cidades mercantes italianas onde a guerra era feita com lanças e armaduras de metal; é natural; é o rumo das coisas.”

“Não enquanto os homens bovinos continuarem lançando suas magias sobre o amandanayakosha dos edimburgopolitanos.”

“Joga-se a magia, mas o amandanayakosha do século XIV sempre será o amandanayakosha do século XIV. É uma coisa intuitiva de se entender.”

“…”

“Zé, você foi viu o novo episódio de Running Alive?”

“Nós estamos falando de coisas concretas aqui.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *