Espaço-Tempo

espaço-tempo

O tempo assusta, o espaço atrai. Saber que vai demorar, que vai passar, que logo vai começar, que nunca vai chegar, e o pior de todos, o quanto já passou e o quão rápido passou, isso assusta. Lugares distantes, lugares novos, coisas novas, pessoas novas, experiências novas, livros novos, e o melhor de todos, as coisas boas que estão do outro lado da cerca, isso atrai.

O espaço é o que faz o tempo acelerar ou frear. O tempo é o que faz o espaço se expandir ou reduzir. Eles são uma coisa só. Espaço-Tempo.

Fazer coisas boas, muitas coisas diferentes, muitos lugares nunca vistos, freia o tempo. E um freio no tempo não te impede de envelhecer, porque ao fim do dia você está fazendo só uma coisa: vivendo num corpo.

Fazer a mesma coisa, devagar, reduzindo o espaço, acelera o tempo. Sentar-se e ocupar o menor espaço possível, com o menor movimento possível, a ação mais insignificante possível, faz com que viver num corpo se torne uma coisa tão veloz que é quase infinita. E isso não te impede de continuar jovem, porque, no fim, o mundo está fazendo uma coisa só: criando vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *