processo

Processo

Acorde cedo, acorde tarde, acorde com muitas coisas na cabeça. A lista está ali, fixa, não muda essencialmente. Qualquer mudança brusca é na maior parte das vezes sem sentido. Chega-se ao ponto de ter uma noção do que funciona ou do que não funciona. O que parece uma mudança brusca é o fim de uma tarefa. Então é suave. O vazio que se segue é o espaço que atrai um …

kalevala

Kalevala

Bétulas. Ao pensar no Kalevala, penso nas bétulas, que não só aparecem a cada página do poema, mas possuem mil propriedades mágicas. Entre os bosques de bétulas e as águas do norte, surgem os heróis. Não há uma diferença muito distinta entre heróis e deuses, com exceção de Ukko, o deus supremo, o Criador, e talvez Tapio, senhor das florestas. Os heróis são em sua maioria magos/músicos, por vezes submetendo …

amadurecimento

Amadurecimento

Hetewane quando criança era um espírito que habitava os amieiros. Logo ele aprendeu com seus tutores, espíritos velhos que habitavam as tumbas e caminhavam na forma de animais, que ele, mesmo criança, tinha muitos filhos, e que deveria cuidar deles desde que se comportassem da forma adequada. Seus filhos moravam em cabanas de palha e madeira na floresta. Ele os via correr atrás de animais e sentia-se feliz quando escalavam …

conhecimento

Conhecimento

Um barco a remo golpeou as areias cinzentas do Cabo da Coragem numa noite chuvosa. De lá saltou um homem magro, chupado pela fome, sede e pelo frio dos ventos oceânicos. Trouxe consigo um machado de lenhador, três lascas de peixe salgado e um pingente de cobre entalhado com a cara de um deus com língua de fora. Sobreviveu àquela noite, e quando a manhã raiou, percebeu que havia adormecido …

passaro gordo

Pássaro Gordo

O pássaro gordo, na calada da noite, deixou um ovo seu no ninho alheio e uma mensagem para o feto dentro dele. O filhote do pássaro gordo foi chocado com outro ovo, sabendo de sua história. Não teve timidez em abocanhar as melhores jantas que lhe eram trazidas pelos pais adotivos, cegos pelo amor. O seu irmão adotivo cresceu magro, sempre ouvindo escárnios durante a noite sobre seu tamanho, sobre …

deuses

Deuses

Johnson entrou no casebre. Dispôs as cadeiras em círculo, despejou parte dos biscoitos do saco num prato e passou o café. Ajeitou a gravata e se sentou. Garoava do lado de fora. As ondas mugiam a alguns metros dali. Ajeitou a gravata mais uma vez. Os deuses estavam chegando e eles decidiriam coisas importantes, como no livro do Neil Gaiman. O primeiro a chegar foi um homem iraniano de mais …

olhar

Olhar

Sou uma pessoa sem língua. Aprendi a falar com o olhar. O olhar não trai, por isso é impossível mentir, e é impossível cair nas mentiras dos outros. Sem as mentiras, não há convívio que se sustente, pois a verdade também é transitória e não tem tanta importância assim. Sem o equilíbrio saudável entre mentiras socialmente aceitas e verdades passageiras, fui para o campo aberto. Comprei uma terra onde os …

sebastiao

Sebastião

Qualquer fiapo de luz concentrada pela menor das aberturas numa cortina opaca, posicionada na direção do poente, revela um universo de astros revoltos. De cara colada no chão, vi o sol daquele sistema, um bolão de poeira que dava socos contra a gravidade para se manter no lugar. Chamei-o de Sebastião. Sebastião era o rei dos flocos. Eis que chega um segundo, um sem vergonha quase do tamanho do Sebastião, …